Grupos

Minha Jurema Branca

15:57 @ 04/10/2006

Flores da ubaia azêda

15:38 @ 21/10/2006

Flores da Ubaia azêda. Eugenia pyriformis ou Eugênia uvalha?

Pitangueira.

10:59 @ 22/10/2006

Eugenia uniflora.

Manacá.

12:18 @ 22/10/2006

Manacá. Brunfelsia hopeana. 42 dias depois do Yamadori. 

Imburana.

12:31 @ 22/10/2006

Imburana. Bursera leptophloeos.

Lacerdinha e Ficus.

10:02 @ 27/10/2006

Pessoal, todos sabem como é chato (de propósito) o aparecimento de "lacerdinhas" infestando o seu belo bonsai de Ficus retusa. Primeiro, nas folhas jovens aparecem pontinhos amarelos, depois retorcem e fecham-se, enrugando-se toda. Você as vê e quando abre: lá estão as pragas denominadas "lacerdinhas", insetinhos pretos eficientes sugadores da seiva de sua planta. Este apelido  esquisito deve ser uma homenagem a um conhecido político da história brasileira. Sei lá! Só sei que pesquisei alguma coisa sobre a praga e agora disponibilizo para todos.

 

1 - Ordem Thysanóptera
Esta ordem compreende os insetos conhecidos pelo nome genérico de "trips".  São de pequeno porte, com o corpo estreito e dotado de dois pares de asas de tipo peculiar (franjadas), que, estando o inseto em repouso, se dispõem longitudinalmente na linha mediana do corpo. As formas jovens são geralmente amareladas, e os adultos escuros ou mesmo pretos. Os machos são de menor tamanho do que as fêmeas. O desenvolvimento se processa por paurometabolia, isto é, não há metamorfoses completas. As formas de insetos jovens são semelhantes aos adultos, embora não tenham ainda asas. São fitófagos, possuem aparelho bucal do tipo picador-sugador, peculiar a esta ordem (raspador).
Há nas lavouras de cacau, da cebola, do algodão, bem como no cultivo de plantas ornamentais, a incidência desses "trips". A famosa "lacerdinha" é encontrada geralmente entre os hibiscos. Duas espécies são assinaladas entre as orquídeas: o Taeniothrips xanthius Williams e o Anaphothrips orchidearum Bondar, em Minas Gerais e Bahia. É preciso bastante atenção nas plantas originárias desses Estados, os quais atacam as Laelias e Cattleyas, produzindo lesões simétricas nas folhas, por se introduzirem entre elas quando ainda estão novas, fechadas.

Deve ser usado um dos inseticidas encontrados no mercado que seja de baixa toxicidade, de preferência sistêmico, isto é, de ação prolongada.
Poderá ser utilizado ainda um dos antigos defensivos agrícolas caseiros, cuja fórmula é a seguinte:
Calda sulfo-cálcica a 32 graus B. ............... 150 g
Água ..................................................... 10 litros
Sulfato de nicotina a 40 % ....................... 10 cc


Bom, agora é mãos-à-obra!