Grupos


Por quê o Bonsai?  Às vezes me pergunto por que escolhi o Bonsaísmo como hobby. Acho que, inicialmente, por  admirar tudo aquilo que é belo. Depois veio o respeito e interesse pela arte e história oriental. O contato com a cultura e a sabedoria milenar da China e do Japão nos fez refletir sobre os ensinamentos do Zen-budismo. A tradição e os costumes, junto com a maravilhosa arte que deles derivam, foram motivos suficientes para nos encantarmos com a arte de criar o Bonsai.  Aquelas arvorezinhas  vistas esporadicamente em filmes ( E aí temos o simbolismo do Karatê Kid para a geração que faço parte) , em revistas e, quiçá, em algum livro estrangeiro raro, nos atraíam e cativavam. A curiosidade matou o rato! E, no nosso caso, implantou permanentemente a semente do Bonsai em nossa vida. As tentativas e erros no cultivo, os fracassos nas técnicas de poda e aramação, a desinformação e a falta de intercâmbio, os verdadeiros "teratos" criados por nossa iatrogenia não nos arrefeceram do nosso objetivo e foram, antes, um motivo a mais para prosseguirmos sempre no árduo caminho de eternos aprendizes na descoberta desta arte maravilhosa.

Mania de Bonsai

21:56 @ 25/03/2007

No início você pensa que pode ser fácil fazer um bonsai. Começa a plantar sementes de tudo que é árvore frutífera e planta ornamental. Vai a hortos e floriculturas e sai de lá com uma mudazinha ou um bonsai "baby", crente que adquiriu um verdadeiro bonsai. Acha até que aquelas pedrinhas coloridas e os duendes e anõezinhos que acompanham o pacote fazem parte do bonsai. Depois de meses insistindo em fórmulas mágicas e orientações errôneas, depois de inúmeros fracassos, você decide que já está na hora de começar a levar à serio suas intenções e partir realmente para a especialização. Inicia-se então uma busca incessante por informações, cursos, compra de revistas, livros, surfar na internet em busca de sites especializados no assunto, participar de grupos de afinidades. Pronto! você agora já não é mais nenhum neófito no assunto! Sabe o que é bom e  o que é melhor para fazer um bonsai de verdade. Vem então a verdadeira questão que tanto martiriza quem interessa-se pela arte. A questão monetária! Você pode fazer um bonsai até com os dedos e os dentes, mas não precisa ser tão radical. Pode fazer um bonsai com simples ferramentas: tesoura de poda de jardim, canivete, serrote de marceneiro, alicate de eletricista, arame de cobre de fio elétrico descascado. Pode colocá-lo num vaso que seja raso e tenha pés. Pode utilizar terra de rio, terra preta, estrume de vaca, terra barrada, brita, cascalho. Se você tiver talento poderá até desenvolver um belo bonsai nestas condições. Mas basta você aproximar-se de um bonsaísta profissional ou de um mestre da arte para você entender que a ferramenta certa, o substrato correto, a aramação perfeita e o envasamento adequado fazem a diferença. Você nunca mais vai querer improvisar com essas coisas e vai começar a gastar para adquirir estes insumos e ferramentas que fazem um verdadeiro bonsai. Tesouras de poda japonesas específicas, alicates côncavos, alicate bola, alicates para corte de arames, alicates para jin, arames de alumínio de várias calibres, vasos cerâmicos de alta temperatura, dremmel, etc.  Daí vai partir para investir em prateleiras e mesas para expô-los de forma adequada. Vai gastar com cobertura de sombrite que anulará os efeitos do sol escaldante fruto das agressões modernas à camada de ozônio. Quanto mais você gasta, mais você gosta! Quanto mais você despende, mais você aprende! E assim você seguirá na vida. Feliz com a arte que escolheu para satisfazer o seu ego; e feliz , também, com os efeitos que esta arte provoca nos olhos e alma de quem a admira!


Vaso de cimento

22:59 @ 29/03/2007


Enquanto não obtivermos a forma definitiva e o bonsai estiver numa fase educativa podemos usar um vaso provisório de cimento. Esse foi feito a partir de uma forma de recipiente de sorvete. Duas partes de areia para uma de cimento. Depois de seco, passa três dias mergulhado em água. Lixa-se, e em seguida é pintado com tinta látex. Uma demão de verniz acrílico dá o acabamento nas partes pintadas. Fica bonito, é bom e barato! Depois que o bonsai estiver definido e a forma da árvore consolidada, então você pode pensar em adquirir um tokoname de primeira qualidade! Mãos à massa!


Jurema branca do mestre Sergivaldo Costa.


Jurema branca do mestre Juarez Alves.