Grupos

Eu, um missionário?

21:32 @ 07/03/2007

Esse texto foi retirado do site http://nabeiradorio.vilabol.uol.com.br , do Projeto missionário "Na Beira do Rio"

 

"Nós, os que cremos no senhorio e na salvação de Jesus, precisamos reconhecer que existe um  propósito fundamental envolvido na nossa salvação: por quê e para quê somos salvos?

           Considere:

           - somos salvos porque Deus nos amou de tal maneira que enviou seu filho unigênito para que todos aqueles que nele cressem fossem salvos (Jo 3:16);

           - somos salvos porque Jesus deu a sua vida, morrendo por nós, e fez isto quando nós éramos ainda pecadores (Rm 5: 6-8);

           - somos salvos porque mediante o verdadeiro arrependimento, o sangue de Cristo nos purificou dos nossos pecados (1 Jo 1:9), passamos pela experiência do “nascer de novo”  (Jo 3: 5-7) e fomos feitos novas criaturas (2 Co 5:17);

           ... e com que propósito fomos salvos? (para quê?)

           O propósito fundamental para o qual fomos salvos, é glorificar o Nome do Senhor (Ef 10:11-12 e Rm 11:36); este é o motivo, a finalidade, o objetivo ou alvo principal da nossa salvação: a glorificação e a adoração. Fazemos isso – entretanto – utilizando vários meios, que incluem o ir, o evangelizar, (obedecer à  “Grande Comissão” – Mt 28: 19-20) e o amar a Deus de todo o coração e amar ao próximo como a si mesmo (obedecer ao “Grande Mandamento” – Mt 22: 37-40)

   

Eu, um missionário? 

     Cada um de nós, salvos por Deus, temos a possibilidade de servir ao nosso Senhor e Salvador, servindo às pessoas que têm pouco ou quase nenhum acesso às necessidades tão básicas de saúde: os ribeirinhos da bacia amazônica. Fazer isso, é levar o amor de Deus àquelas pessoas: assistindo-lhes nas suas necessidades fundamentais, testemunhamos o Seu tão grande amor por elas. Essa é uma possibilidade que o Departamento de Saúde da Missão Paz proporciona a quem aceitar o desafio.Além de profissionais da área da saúde, necessitamos também de equipes de evangelismo em cada viagem assistencial do Barco de Saúde.

"

Podemos e devemos ajudar de muitas maneiras. Demos nosso primeiro passo com o primeiro trabalho do Eclesia, mas não podemos parar nisso, nossa missão é muito maior do que isso!

Que Deus nos capacite para a obra!

Grande abraço.  

Piá

Comentários

(20:25 @ 13/03/2007) Lili disse:
As vezes sentimos um certo medo quando pensamos em deixar nossa família, nossos amigos e obedecer a um chamado de Deus e sair mundo a fora levar a Sua palavra, mas acredito que o sentido da palavra "missionário" vai além disso. TODOS fomos chamados para missões, que é o testemunhar com nossas próprias vidas, sendo exemplo em cada lugar que formos e sempre levando os ensinamentos deixados por Jesus.