Grupos

Um pouco sobre o Álvaro Adolfo

07:07 @ 02/05/2007

Neste momento em que festejamos os 45 anos de história de uma das mais tradicionais escolas do Pará, como ex-aluno - representante de turma e integrante da banda marcial - quero me somar aos milhares de outros cidadãos e cidadãs que estão a aplaudir essa marca.

A escola Álvaro Adolfo foi uma conquista muito valiosa para Santarém, pois o Estado não investia na educação desde 1947, quando ocorreu a decisão do governador Moura Carvalho, após a doação do imóvel por Paulo Rodrigues dos Santos, de criar a Escola Técnica de Comércio ali instalada.

Coube ao jovem governador Aurélio do Carmo, assinar o Ato de criação da primeira escola pública de segundo grau do interior do Estado. Também, participar em Santarém em 30.04.1962 de sua aula inaugural; da nomeação do pastor batista Sóstenes Pereira de Barros como o seu primeiro diretor e do lançamento, no dia seguinte, em homenagem ao “Trabalhador Santareno”, de sua pedra fundamental no terreno que pertencia ao extinto grupo escolar Borges Leal na esquina da Avenida Presidente Roosevelt, atual Marechal Rondon, com a Barão do Rio Branco.

Quanto ao nome da nova escola, nada mais justo que homenagear um professor do quilate e da grandeza do compromisso que tinha com as causas da educação Álvaro Adolfo da Silveira, falecido em janeiro de 1959. Além de professor e deputado, Álvaro Adolfo da Silveira representou o Pará no Senado da República deste a queda da ditadura Vargas até sua morte. Sempre empenhado em pugnar por recursos à educação paraense, inclusive por uma escola pública de segundo grau em Santarém, fez no Congresso Nacional relevantes parcerias em defesa dos interesses paraenses ao lado de outros ilustres representantes como Abelardo Conduru, Magalhães Barata, Valente Ribeiro, Augusto Meira, Prisco dos Santos e Lameira Bittencourt.

Concretizado o sonho, logo o prédio escolar se tornou pequeno para a nossa grande demanda estudantil com foco no vestibular, condicionando o então governador Alacid Nunes a investir na educação em Santarém, com o novo prédio do Álvaro Adolfo, inaugurando-o no começo de abril de 1966.

Fato marcante na memória:

Após concluir em 1971 o ginásio normal na escola Santo Antonio em Belterra, ingressei na escola Álvaro Adolfo através de um teste de seleção para o curso de Ciências Humanas, concluído em 1974. Ano em que, por haver patrocinado veementes críticas à direção da escola, estando Santarém sob intervenção federal e interessa da Segurança Nacional (Governo Militar), fui dela afastado sob a acusação de subversão no final do mês de maio, retornando em agosto, após responder a procedimentos no Comando do 8º BEC e na Polícia Federal.

No ano seguinte, ingressava na vida político-partidária da cidade, filiando-me ao MDB, movimento de oposição à ditadura militar, por cuja legenda fui eleito vereador em 1976.

Ao sempre lembrado Álvaro Adolfo, credito parte da formação e da sede de conhecimentos que continuo alimentando. Parabéns!

Repórter Diário

07:10 @ 02/05/2007

Os sem-diploma
Os alunos da primeira turma de jornalismo da Unama já se formaram, mas até hoje não viram a cor do diploma. Segundo souberam, a instituição aguarda assinatura do ministro da Educação para validar o curso. Por enquanto, os recém-formados usam apenas uma declaração da Unama para procurar emprego, mas ninguém pode obter o registro junto à DRT.

Linha Direta

Jornalistas de todo o Brasil já se mobilizam para as próximas eleições da Federação Nacional dos Jornalistas, em torno da chapa de oposição “Luta Fenaj”, que tenta reabrir o debate em torno do futuro da profissão. As eleições na Fenaj estão marcadas para julho próximo.

Diário do Pará, de hoje.

Numa partida emocionante, a equipe de funcionários da Administração do Sistema Tapajós de Comunicação (STC) sagrou-se campeã da I Copa de Integração de Futsal Joaquim da Costa Pereira, ontem à noite (01/05), após vencer pelo placar de 5 X 4 o time de Operadores do Complexo da TV Tapajós. Na disputa pelo 3º lugar, a equipe da 94 FM goleou o time do Jornalismo pelo placar de 4 X 0.  

 

O evento fez parte do Programa Motivação e foi sugerido pelos funcionários do STC como forma de melhor integrar os departamentos, além de marcar a abertura do mês de aniversário da TV Tapajós e da 94 FM. A diretora-executiva do STC, Vânia Maia, entregou os troféus ao campeão, vice, 3º colocado e ao artilheiro da competição.

 

Atrações - Um dos grandes atrativos da partida principal foi a disputa pela artilharia entre os atletas Diego Campos (Administração) e Cid Batista (Operadores), sendo este último o vencedor da disputa ao marcar os quatro gols de sua equipe e totalizou 18 gols, enquanto Diego marcou apenas três e somou 17 gols.

 

Outra atração do evento foi o jogo de abertura: uma partida amistosa de futsal feminino disputada por duas equipes de funcionárias do STC dos departamentos de Jornalismo e Administração, que acabou em 8 X 2 em favor da equipe de Jornalismo.

A diretoria do Movimento pelo Plebiscito e Criação do Novo Estado programa para este sábado, 05, a partir das 19 horas, a primeira blitz em prol da coleta de assinaturas em favor do plebiscito, na Orla da cidade, em Santarém, nas imediações da Praça do Pescador.

 

Durante o evento vão ser distribuídos aos motoristas e transeuntes adesivos e folders para a divulgação da campanha que está acontecendo na região Oeste do Pará e na capital amazonense.

 

A coordenação do movimento já organizou 15 equipes que vão adesivar os veículos que passarem pelo local. Em contrapartida os proprietários podem contribuir com qualquer valor para a confecção de novos adesivos.

 

A campanha de coleta de assinaturas em prol do Estado do Tapajós iniciou no dia 27 de março e se estenderá até o dia 31 de julho de 2007, momento em que as 500 mil assinaturas serão encaminhadas a Câmara dos Deputados em Brasília, pedindo a aprovação do Projeto 0731/2000, que autoriza a realização do Plebiscito.

 

Segundo informações do coordenador do Movimento, professor Edivaldo Bernardo a programação de lançamento da campanha já atingiu 12 municípios: Curuá, Faro, Itaituba, Jacareacanga, Juruti, Novo Progresso, Santarém, Terra Santa, Trairão, Uruará, Prainha, Óbidos com previsão de coletar 340 mil assinaturas.

 

Pelo cronograma o Movimento tem até o dia 15 de maio para atingir todos os municípios que formarão o futuro Estado do Tapajós.

 

Edivaldo solicitou aos prefeitos e presidentes de câmaras dos municípios de Alenquer, Almeirim, Altamira, Aveiro, Brasil Novo, Medicilândia, Monte Alegre, Oriximiná, Placas, Porto de Moz, Rurópólis  e Vitória do Xingu ao vir a Santarém que façam contato com a diretoria do Movimento na Câmara Municipal para programar o lançamento da Campanha em sua cidade.

   No dia 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que devemos nos dedicar a fazermos um mundo melhor... Evitando a exploração sexual dos pequenos brasileiros. Muitas vezes eles não estão tão inocentes nessa historia..mas em outros momentos nós somos responsáveis pelo que acontece com eles...
Esse Pacto Virtual é a maneira que nós encontramos de nos manifestar como parceiros dessa iniciativa...
Se você acredita que ainda podemos fazer um mundo melhor... um Brasil melhor...
Entre nessa...
Fazer o bem é uma forma de transformarmos o mundo!!! O nosso mundo!!! E o mundo das crianças e adolescentes que passam por isso...

"Hoje é o dia perfeito pra fazer tudo direito"...

A exploração sexual de crianças e adolescentes é uma violação de direitos humanos e toda a sociedade brasileira pode contribuir para a proteção das crianças e adolescentes no nosso País.   

Uma pesquisa titulada "Pesquisa Tráfico de Mulheres, Crianças e Adolescentes para fins de Exploração Sexual Comercial no Brasil" (Pestraf), realizada pela Organização dos Estados Americanos (OEA), com coordenação da ONG Cecria (Centro de Referência, Estudos e Ações sobre a Criança e o Adolescente) revelou que o crime organizado no Brasil utiliza 241 rotas terrestres, marítimas e aéreas para explorar sexualmente mulheres, jovens e crianças. Essas rotas estão divididas em 78 interestaduais, 32 intermunicipais e 131 que ligam o Brasil ao exterior. Os países que mais recebem meninas e mulheres brasileiras para a exploração sexual são Espanha, Holanda, Venezuela, Itália e Portugal. Mas o tráfico sexual não é só internacional. Dentro do Brasil, meninas são levadas das cidades menores para os grandes centros urbanos com a falsa promessa de uma vida melhor.

A exploração sexual de crianças e adolescentes em todo o Brasil é uma realidade, tanto nos grandes centros urbanos como em pequenas cidades. Mas, ao contrário do que se imagina, o problema não tem ligação apenas com a pobreza e a exclusão social. Está também está relacionado com questões culturais como o machismo, o preconceito racial e a idéia de que os adultos têm poder sobre as crianças e os ricos sobre os pobres.

Não vamos mais permirtir que os sonhos dessas crianças deixem de ser realizados por culpa de quem deixou de sonhar a muito tempo!!!

Assine essa idéia...

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=32504952

 

 


Contador Gratis