Grupos

O presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), mandou arquivar os pedidos dos partidos Democratas, PSDB e PPS que haviam solicitado de volta os mandatos dos deputados que haviam deixado as legendas após as eleições. A informação é da Agência Câmara.

O PPS já anunciou que entrará na próxima semana com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ato da mesa diretora da Casa. O partido perdeu oito deputados federais. A ação, de acordo com o presidente do partido, Roberto Freire, será baseada na interpretação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de que o mandato eletivo pertence às legendas, e não aos eleitos.

Redação Terra

Comentários


Contador Gratis