Grupos

A história desse embate no futebol, que se transformou em intermunicipal há 12 anos, fará aniversário no feriado da próxima terça-feira.

Há 70 anos, numa tarde de sábado, dia 1º de maio de 1937, no campo do “Coração” da Estrada 8, em Belterra, o Ríver Sport Club, que no final desse mesmo ano por imposição de Ato do ditador Getúlio Vargas (Estado Novo) mudou para Santa Cruz Futebol Clube, recebia a inédita visita do São Francisco Esporte Clube (Esporte, grafia da época), de Santarém, com o amistoso transformando-se no primeiro jogo da história entre belterrenses e santarenos.

O Ríver, fundado meses antes em 12.10.1936 (pioneiro na então vila recém-fundada por Henry Ford) era presidido pelo afamado doutor João Siqueira Mendes, que dispensara tratamento especial ao valoroso “quadro azulino” que chegara a Belterra singrando o rio Tapajós em embarcação especial para apresentar-se com Pelágio- Admir, Manoel Luiz e Anunzinho- Adalgiso e Vavá- Vadico, Crochê, Lauri, Xixito e Lelé.

Com grande afluência de público ao primeiro campo de futebol da Bela Terra, que também estava sendo entregue (atualmente denominado de Arlindo Aires), a contenda histórica terminou empatada pelo escore de 1x1, satisfazendo a todos e inaugurando a série de memoráveis disputas entre belterrenses e santarenos no futebol.  

Aliás, a partir desse marco, Belterra passou a ser celeiro de craques e a atender sempre a Santarém com atletas que só enobreceram e têm, ao longo de todo esse tempo. engrandecido o futebol regional. Dentre esses - apenas para citar uns poucos – Norman, Cabarão, Pelágio, João da Mata, Silvito, Wilson Coelho, Quina, Ramiro, Dedé Cão, Santa Rosa, Jaguar, Oscar, Rosito, Dimas, Edmilson, Quebrado, Queixinho, Carne Seca, Eurico, Zezito, Real, Valdir, Javali, Antenor, Leonardo, Onésimo, Natal, Chico Imbiriba, Bimba, Caipira, Cuca, Rui Sebinho, Paulo Roberto, Canhoto, Valeco, Caveirinha, Guajará, Maromba, Mundão, Navarrinho, Pelado, Bibal, Dirceu, Fantico, Peruca, Pierre, Maginha, Riso, Zé Paulo, Barriga, Zequinha, Bianor, Carpegiane, Belterra, Beto, Chico Belterra, Careca, Clodoaldo, Gatinho, Red e Xinhoca.

Fonte: Arquivo pessoal de Oti Santos/Acadêmico de Jornalismo do IESPES.

Comentários

(17:35 @ 25/06/2007) RODOLFO SANTOS disse:
Quero parabenizar o site e dizer que sou amante inveterado da cidade de Santarém. Morei nesta linda cidade nos anos "70", tive uma filha aí e trabalhei em diversos órgãos como, Rádio Rural de Santarém, Tropical Hotel Santarém e Usina Hidrelétrica de Curuá-una. Fui integrante de várias bandas musicais como: Banda Star, Os Hippies, El Babaloo e fundamos uma das melhores bandas daí que, se chamou "Som Livre" ao lado de Eduardo, Jarbas e Pinheiro. Preciso manter um contato com o Oti Santos pois, fomos colegas de serviço no Tropical Hotel na década de 70. Meu E-mail para contato é: kumana@uol.com.br Um abraço de Rodolfo Santos (Macapá-Ap)

(02:17 @ 19/01/2008) Eduardo Paiva disse:
Meu caro Oti, de vez em quando mexes com o coração da gente. Pode incluir na lista, o Zizinho,o Mestre Ziza, dito por muitos, um dos nossos maiores craque.


Contador Gratis