Grupos

O mau tempo prejudicou o bom andamento do 1º Encontro de Pilotos de Parapente de Miracema. Os pilotos retornarão em nova data, prevista para 14 e 15 de junho. Alguns saltos ainda ocorreram hoje, mas outra data será em breve anunciada para a efetivação do evento, já com as condições de tempo favoráveis. O importante é a iniciativa e o reconhecimento pelos especialistas do potencial da área e da Serra da Ventania para a prática do esporte.
O site da equipe MORRO AZUL EVENTOS, www.morroazuleventos.com.br - que apóia o evento, estará informando a todos sobre as novas datas e qualquer novidade que surja.



A FAMMIRA - Federação das Associações de Moradores de Miracema representou o Município no 10º Congresso da Confederação Nacional das Associações de Moradores (CONAM). O evento foi  realizado na cidade de Lauro de Freitas na Bahia. Miracema foi a única cidade do Noroeste Fluminense a participar.

O 10º Congresso da CONAM foi mais um marco na história do movimento comunitário. Além de acontecer pela primeira vez no Nordeste, elegeu também pela primeira vez, uma mulher para presidenta da entidade. Desta forma, fortalecemos a concepção de construir um movimento comunitário unido, plural, democrático e autônomo, com jornadas e bandeiras próprias. Parabenizamos e agradecemos a todos (as) que colaboraram, acreditaram, contribuíram participando e divulgando esse nosso grande 10º Congresso.

 

Matéria: 

Contribuição de Hendrik Aquino - Diretor de Comunicação da FAMEB.

Informações e fotos do site da Prefeitura Municipal de Miracema (texto reproduzido parcialmente)
Leia mais: www.miracema.rj.gov.br







Destaque estadual na produção do cereal no passado, Miracema, no Noroeste, promove a revitalização da cultura, com novas tecnologias, equipamentos e assistência técnica.

 

Se depender do entusiasmo e disposição dos produtores rurais de Miracema, no Noroeste do estado, os números da produção fluminense de arroz darão um salto já nesta safra.O responsável pelo novo cenário é o programa municipal de revitalização da cultura, que desde 2006 vem incentivando a atividade com um pacote que reúne, novas tecnologias, máquinas e implementos agrícolas e assistência técnica para o produtor. O desempenho é otimizado desde o preparo do solo até o beneficiamento do produto.

O programa prevê levantamento geo-referencial da área, com sua sistematização, construção de taipas, análise e preparo de solo, e fornecimento de semente, orientado por técnicos municipais. O custo total do preparo das áreas é pago em duas parcelas, sendo 50% na primeira safra, até o último dia de junho, e os 50% restantes na safra subseqüente.O pagamento pode ser feito em dinheiro ou produto.

 

BENEFICIAMENTO

 

Com 2 mil hectares de várzeas, próprias ao cultivo do arroz, Miracema ocupou posição de destaque estadual na produção do grão, chegando a contar no município com 22 unidades para o seu beneficiamento.

“Os altos custos de produção gerados pelo baixo de preço do produto, mão-de-obra cara e escassa, associados ao reduzido nível tecnológico empregado no processo produtivo desestimularam os agricultores. A grande maioria abandonou a agricultura”, explica Mozart Carneiro, secretário municipal de Agricultura.

 

BOM RESULTADO

 

Os primeiros resultados são animadores e estão motivando cada vez mais produtores. Na safra plantada em 2006, os 14 produtores que aderiram ao programa, cultivaram 13,8  hectares e obtiveram produtividade média de 7,5 mil quilos por hectare. A média histórica na região era de 3,5 mil quilos. O custo final de produção é fator de atração. Produzir uma saca de 50 quilos está saindo por R. Em 2007, a área sistematizada para o plantio pulou para 38,08 hectares, com 23 produtores. Em 2008 os números continuam crescentes. A estimativa é atender 50 agricultores chegando a 80hectares. Carlos Romero Torres Braga, que há 20 anos chegou a produzir 1,3 mil sacas de arroz por safra, na sua propriedade em Miracema, foiumdos que substituiu a atividade, levado pela falta de competitividade do preço do arroz, cuja produção era encarecida com manejo arcaico.

Duas décadas depois, é um dos exemplos da euforia que surge com as novas perspectivas introduzidas na produção do município.

“Com tecnologia, não há como dar errado. Teremos condições de competir com o produto do Sul do País – frisa ele, que inicia na próxima semana colheita mecanizada. Braga estima que seu custo de produção fique em R$ 8,60 por saca. Valor que, segundo ele, pode ser inferior, por exemplo, com o manejo para o aproveitamento da “soca”, a rebrota
do arroz, após a colheita. Já existem resultados no município, apontando o acréscimo de 40% na produção. O sistema usa sementes pré-germinadas, difundido em Santa Catarina. As semente são imersas em água por 24 horas e após envoltas em lona plástica durante 24 a 48 para forçar sua germinação.

 

Unidade de beneficiamento para 40 sacos/horas

Mozart Carneiro explica que a variedade utilizada pelos agricultores participantes é a Epagri 109, com grande produtividade e adaptada às condições locais. “O objetivo é a homogeneização da qualidade de grãos. A partir daí poderemos promover o selecionamento das sementes e o treinamento de produtores interessados em produzir esse insumo certificado, para difusão No município ena região”. Segundo o prefeito Carlos Roberto Medeiros, idealizador do programa, cujo objetivo é chegar nos próximos cinco anos a 600 mil sacas por safra, até dezembro estará em funcionamento a unidade de beneficiamento de arroz, com capacidade para processar 40 sacos/hora. “Dotada de equipamentos de última geração, a unidade é o primeiro passo para a estruturação do Pólo Regional de Beneficiamento de Arroz, que atenderá também produtores dos 13 municípios do Noroeste fluminense”, destaca.

Ele esclarece que os recursos para implantação do programa, aquisição de máquinas e equipamentos, foram provenientes de emendas parlamentares federais. A construção da unidade de beneficiamento contou com verba do Padem (Programa de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios), do governo estadual. Para o secretário de Agricultura do estado, Christino Áureo, a retomada da produção no Noroeste, ocorre num momento oportuno, em que o arroz, motivado por uma série de fatores da economia internacional, se firma como uma comoditie, marcando definitivamente seu espaço no agronegócio, com preços competitivos.

 

Rotação das culturas

 

“O aumento da produção estadual reduzirá a sua importação e estimulará as atividades de pequenas unidades de processamento. Essa retomada reaquece toda uma economia que é muito própria da agricultura familiar”, afirma. A rotação de culturas é outra alternativa que o programa está incentivando. Através de convênio com a Estação Experimental da Pesagro-Rio (Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro), em Campos, começam nesta semana, em três propriedades, em 0,5 hectares em cada uma delas, o plantio de girassol, nas áreas onde o arroz já foi colhido. O objetivo é a extração de biodiesel. O sistema de rotação já vem sendo realizado com milho e feijão.

 

RENTABILIDADE

 

“Isso garante uma rentabilidade ao produtor, ao mesmo tempo em que enriquece o solo com boas práticas de manejo. É importante frisar que esses plantios são conduzidos de maneira sustentável, sem o uso de produtos químicos”, conclui Mozart Carneiro.

 

Fonte: Informe RIO RURAL – Maio/08.

http://www.agricultura.rj.gov.br/links/jornalriorural.asp  

PROCURE O POSTO DE SAÚDE MAIS PRÓXIMO DE SUA CASA E LEVE TODAS AS CRIANÇAS PARA TOMAR A GOTINHAS CONTRA PARALISIA INFANTIL.




Do BLOG MIRACEMA - www.miracemarj.blogspot.com



Os ciclistas miracemenses André Alvim e Jorge Pereira seguirão hoje para Queluz de caminhão. Partindo de lá, iniciarão a cicloviagem.

CONHEÇA O PROJETO

TRAJETO

Cidades e localidades onde o Projeto passará:
Seguiremos de Miracema até Queluz-SPde ônibus, onde nossas bicicletas serão montadas e daremos início as pedaladas.
1- Areias-SP - -3.571 hab.
2-Silveiras-SP - - 5.562 hab.
3-São Luis do Paraitinga-SP - -10.496 hab.
4- Redenção da Serra-SP - - 4.106 hab.
5-Natividade da Serra-SP - - 7.359 hab.
6-Paraibuna-SP- - 16.456 hab.
7- Santa Branca-SP - - 13.279 hab.
8-Guauarema-SP - -25.129 hab.
9-São Silvestre do Jacareí-SP
10-Jacareí-SP - -207.028 hab
11-São José dos Campos-SP - - 594.948 hab.
12-Caçapava-SP- - 80.459 hab.
13-Taubaté-SP - - 265.514 hab.
14-Tremembé-SP - - 38.232 hab.
15-Pindamonhangaba-SP- - 136.263 hab.
16-Capituva-SP??
17-Potim-SP - -18.143 hab.
18-Aparecida-SP - -35.944 hab.
19-Guaratinguetá-SP—107.971
20-Lorena-Sp - - 79.394 hab.
21-Cachoeira Paulista-SP- - 31.674 hab.
22-Cruzeiro-Sp- - 76.557 hab.
23-Lavrinhas-SP - -6.543
24-Queluz-SP-10.323 hab
25-Engenheiro Passos-RJ
26-tatiaia-RJ - -29.128 hab.
27-Resende-RJ - -118.529 hab.
28-Barra Mansa-RJ - - 175.315 hab.
29-Volta Redonda-RJ - - 255.653 hab.
30-Pinheiral-RJ - -20.853 hab.
31-Barra do Piraí-RJ - - 96.369 hab.
32-Valença-RJ - -70.781 hab.
33-Paraíba do Sul-RJ- - 39.327 hab.
34-Três Rios-RJ - - 72.865 hab.
35-Além Paraíba-MG - -33.475 hab
36-Porto Velho do Cunha-??
37-São Sebastião do Paraíba-??
38-Itaocara-RJ - -22.068 hab.
39-Portela-RJ-??
40-Cambucí-RJ - -14.404 hab.
41-São Fifelis-RJ - -37.481 Hab.
42-Campos dos Goitacazes-RJ - - 426.154 hab.
43-Barcellos-RJ-??
44-São João da Barra-RJ - - 28.889 hab.
Total de habitantes: 3.216.242 habitantes aproximadamente.

Equipe de apoio:
BETINHO CAGIANO - Assessoria de Imprensa
JUICI - Logística (em Miracema)

Informações do site MORRO AZUL EVENTOS.

DESEJAMOS AOS CICLISTAS UMA ÓTIMA VIAGEM ...


Foto ilustrativa, os ciclistas André Alvim e Jorge Pereira .

Acabamos de receber informações de que o primeiro dia está correndo bem. Os cliclistas partiram ontem de Miracema, de caminhão, rumo a Queluz-SP, onde iniciaram o percurso.
Em breve teremos informações completas através do site, no DIÁRIO DE VIAGEM.

CLIQUE AQUI!

Como relatado no diário, ontem eles partiram de Miracema, chegaram a Queluz e a programação de hoje era:

"Amanhã cedo partiremos para Areias, que fica a cerca de 15 km de Queluz e de lá vamos para a Serra da Bocaina, onde nasce o Rio Paraitinga, principal formador do Rio Paraíba do Sul .Deixo aqui um agradecimento todo especial para todos que nos ligaram na hora da partida e em especial ao Juniho, a Aparecida e ao Carlinhos que estiveram lá conosco.Um grande abraço e até breve."(André Alvim)


QUELUZ, foto ilustrativa


Carruagem no desfile pelas ruas de Santo Antônio de Pádua: "Um dos participantes do desfile foi o príncipe Imperial do Brasil, D. Antônio João Orleans."


"A preservada Fazenda Santa Inês, localizada no distrito de Paraíso do Tobias, Miracema, enviou à Santo Antônio de Pádua, cidade vizinha à nossa, uma carruagem da época do Império, que serviu para transportar membros da Família Real Brasileira em desfile comemorativo do aniversário daquela cidade, no último dia 13 de junho de 2008. O tema do evento foi “200 Anos da Chegada da Família Real Portuguesa ao Brasil", por isso a vinda e a homenagem aos membros da Família Real."

Informações e fotos do blog www.miracemarj.blogspot.com

UMA VITÓRIA EM GRENÁ, VERDE E BRANCO

Por Adilson Dutra

 

Mesmo que não tem simpatia pelas cores do Fluminense, "as três cores que traduzem tradição", como diz o hino do clube, se viu envolvido com a decisão da última vaga para a final da Libertadores, a outra já havia sido conquistada pela Liga Desportiva Universitária, a LDU, de Quito/Equador. O tricolor estava a toa na vida e foi levado pelo seu amor, pelo seu amigo ou por um vizinho para enfrentar a fila e a fúria de um trânsito violento só para ver o seu tricolor de coração enfrentar o Boca, o temível, até então, Boca Juniors, da Argentina.

 

Diferentemente da letra de Chico Buarque, torcedor histórico do Fluminense, o tricolor não amou daquela vez como se fosse a última, como em "Construção", ele guardou forças e está pensando em juntar grana para ir ao Japão para ver passar na avenida principal um samba popular e criar uma página feliz para sua história esportiva. Não sei se o Fluminense conhece os passos dessa estrada, não sei se vai dar em nada, mas Renato Gaúcho diz que sabe de cor os segredos e conhece as pedras do caminho que levam ao título mundial.

 

Sobre Renato Gaúcho, um treinador competente, podemos dizer que veio sem muita conversa, sem muito explicar e que veio para o Rio porque gostava de falar e de mar. Não sei se tem uma tatuagem no braço ou um dourado no dente, mas tenho certeza de que tem uma mente brilhante e que para as meninas afoitas, em seu tempo de craque do Grêmio, Flamengo ou Seleção Brasileira, era um mestre sala e o camisa sete mais bonito do mundo da bola.

 

Na quarta-feira, o velho fraco se esqueceu do cansaço e vibrou. Vibrou com o gol de Washington, com as peripécias de Conca e com a destreza de Dodô. A marcha alegre, com os cânticos e os hinos tricolores, se espalhou pelas arquibancadas do Maracanã e fez coro com Chico Buarque: "Quem canta comigo, canta o meu refrão, meu melhor amigo é o meu Fluzão". Evandro Mesquita, outro tricolor famoso, dizia a todo o momento; "Estou a dois passos, do paraíso", no que era acompanhado daquele coro de oitenta mil vozes.

 

Voltando ao Chico e a sua "A Banda", até a moça feia debruçou na janela após a histórica vitória sobre o Boca Juniors. Em certo momento, até acreditou que aquela banda tocava só pra ela, como se não houvesse mais tricolores no mundo e, como a marcha alegre se espalhava, a avenida ficava coberta de pó de arroz e a lua cheia surgiu para enfeitar toda uma cidade. Que vitória, Fluminense. Épica. Feita com tijolo sobre tijolo, com paredes sólidas e o time jogando como se lembrasse a máquina de Francisco Horta, que com seus olhos embotados, sentou prá descansar como se fosse sábado.

 

O torcedor menos letrado, não é só de gênios, artistas e ricaços é feita a torcida do Fluminense, chora, não o choro da tristeza, mas o choro de quem já brincou de bola, soltou balão e teve que fugir da escola por opção, mas jamais vai esquecer esta lição: Vencer, no futebol, é tão duro quanto vencer na vida, perguntem só ao garoto Fernando Henrique, que dias antes a torcida pedia: "Pai afasta de mim este goleiro". É Fernando Henrique, é duro beber desta bebida amarga, tragar a dor e engolir a labuta. Mesmo calando o Boca, resta o peito e o silencio torcida após a épica vitória.

 

Quem te viu, quem te vê Fernando Henrique. Hoje o samba saiu, procurando você. Sua noite foi de gala e suas defesas foram reconhecidas.  Hoje o samba saiu, procurando você, Fernando Henrique, mas, por favor, não dê na vista, mande a torcida bater palmas com vontade e faz de conta que é apenas um turista. Tricolores de todo Brasil, cante o hino e cante Chico Buarque de Holanda, cante nos dias tristes, nas noites claras, com o peito marcado de lembranças do passado. Vá, tricolor, colecionar mais um título e coloque mais um retrato, não em preto e branco, mas em Verde, Grená e Branco.


Publicado no Jornal Dois Estados - 15/06/2008, coluna PAPO DE BOLA.

Foto do Blog Miracema


HOMENAGEM AOS TRICOLORES DO GRUPO CONTERRÂNEOS E AMIGOS DE MIRACEMA: Otto, Raquel...




 Vejam no link, o ENTRE-RIOS JORNAL de hoje está publicando uma matéria sobre a viagem dos miracemenses nas margens do Rio Paraíba do Sul.


Informações de José Souto Tostes.

EXEMPLO DE AMOR Á VIDA!

22:18 @ 20/06/2008




fOTO1: André bebendo água na nascente do rio; foto2: JOrge.

Um dia ganhei de uma amiga do trabalho o livro "AS SEMENTES DA VITÓRIA", do Nuno Cobra. Isso faz muito tempo, mas nunca me esqueci do comentário que ele faz sobre os benefícios do contato com a natureza, que fazem com que nos voltemos às nossas origens e à nossa essência proporcionando um tremendo bem-estar e sensação de leveza, saúde e paz.
Ao ler hoje o DIÁRIO DE VIAGEM dos cicloturistas André Alvim e Jorge Pereira, que há mais de um ano vêm se programando para cumprir o PROJETO PEDALANDO PELO RIO PARAÍBA DO SUL, acabei me emocionando de verdade! Terminei com os olhos cheios  d´água de tanta emoção!
A minha emoção foi imaginar as dificuldades, as sensações proporcionadas pelas incertezas e obstáculos vencidos com a chegada à nascente do Rio Paraíba do Sul. Mas, não foi maior que a emoção dessa dupla em experimentar o que há de melhor na vida que é sentir na pele o frio, o calor, os visuais descortinados pela MÃE NATUREZA. O sabor da aventura que bravamente eles buscaram e estão realizando com garra, determinação, coragem e, acima de tudo, AMOR À VIDA!
Exemplos como esses têm de ser seguidos por pessoas corajosas e por aqueles que ao lerem os relatos e apreciarem as fotos ficarão envolvidos por tamanho sentimento de que é possível sentir a vida em sua plenitude.
Convido cada um de vocês a clicar aqui - MORRO AZUL EVENTOS - e viajar nos relatos e fotos dessa aventura de uma dupla forte e que tem compromisso com a VIDA.
VIVA O RIO PARAÍBA DO SUL! VIVA OS CICLOTURISTAS ANDRÉ E JORGE!

Por Angeline Coimbra

FOTOS DO SITE MORRO AZUL EVENTOS


Os ciclistas miracemenses, André Alvim e Jorge Pereira, estão no oitavo dia da cicloviagem - "Pedalando pelo Rio Paraíba do Sul". Após descansarem e lavarem as roupas na cidade de São Luís de Paraitinga, onde foram recebidos calorosamente e fizeram boas amizades, puderam curtir a cidade, a festa junina e conhecer o centro histórico da cidade natal de Osvaldo Cruz.
Estão de malas prontas para continuarem o percurso, amanhã cedo seguem para a cidade de Natividade da Serra, também no Estado de SP.

Acompanhem o DIÁRIO DE VIAGEM e vejam as fotos dos cicloturistas. CLIQUE AQUI!



André e sua bike na ponte sobre o Rio Paraitinga



André e Jorge continuam pedalando, seguindo o roteiro do PROJETO PEDALANDO PELO RIO PARAÍBA DO SUL. Além de toda a energia que a natureza transmite, do calor humano encontrado pelo caminho, que tem feito as dificuldades e obstáculos passarem despercebidos, hoje tiveram uma aula sensacional de ecologia.
Transcrevemos parte do relato feito pela dupla no site MORRO AZUL:
"No horto estão catalogadas327 espécies de plantas da região entre elas, o jacarandá, nêspera, cambuci, ipês, flamboyam entre outras. No mometo eles produzem um milhão e quinhentas mil mudas por ano de 137 espécies. Segundo o Júlio, o programa de reflorestamento já cobriu a devastação feita para a construção da represa. Do horto, fomos para a barragem onde vimos algumas da 204 ilhas catalogadas mas que na verdade são mais de 300 no lago da barragem. Ele nos explicou que para que as águas do rio Paraitinga viesse mais para a esquerda e se juntassem às do rio Paraibuna, foram feitas diversas explosões que criaram um buraco fazendo o rio descer. Antes o encontro dos rios era onde hoje está localizada uma tulipa, uma espécie de ladrão onde quando na época das cheias a água desce. Do alto dos quase cem metros da barragem vimos as matas replantadas inclusive um enorme bambuzal que segundo eledeu muito trabalho. Duas curiosidades sobre a barragem: A barragem foi construida com o objetivo de controlar o fluxo de água dpo Rio Paraíba do Sul que nas enchentes prejudicava muito as cidades rio abaixo e não para gerar energia elétrica. A outra curiosidade é que na construção chegaram a trabalhar 17 mil trabalhadores. Do alto da barragem, fomos para a psicultura, onde fomos atendidos pelo Danilo que disse que estão fazendo um repovoamento e que a meta anual é de 550 peixes por ano. Ele nos contou ainda que o dourado não fazia parte a bacia do Paraíba do Sul e que depois de introduzido, trouxe um enorme prejuíso para as piabanhas que agora, com a sumida do dourado estão violtando graças a esse projeto que entre outros colaboradores, conta com a parceria do Projeto Piabanha de Itaocara-RJ. Além da piabanha, também são produzidos a pripapetinga do sul, o surubim do Paraíba do Sul entre outros."

Esse é apenas um trecho do DIÁRIO DE VIAGEM da dupla, que é atualizado diariamente, da visita que fizeram à cidade de Paraibuna-SP. Já percorreram mais de 400 km e seguem amanha partindo de Aparecida do Norte-SP. Vejam no site Morro Azul Eventos e acompanhem essa aventura exemplar.

Uma homenagem que poder ser estendida a todo o empresariado fluminense e brasileiro. Foi desta forma que o presidente do Conselho de Administração do Grupo Leader Magazine, Robson Rodrigues Gouvêa, agradeceu ao receber, no dia 25 de junho (quarta-feira), a maior honraria concedida pelo Legislativo fluminense, a Medalha Tiradentes – em uma iniciativa do deputado João Pedro (DEM). A cerimônia, presidida pelo presidente da Assembléia Legislativa do Rio, deputado Jorge Picciani (PMDB), contou com a presença do governador Sérgio Cabral e com boa parte da família do condecorado. "Vivemos momentos muito positivos no estado e no País e o governador tem atuado firmemente contra a sonegação. Por isso, estamos em condições de propor novos investimentos no Rio, o que facilita que empresários, como Robson, sigam o caminho do empreendedorismo e da busca do melhor e do bem-estar para o povo", afirmou Picciani.

Para o democrata João Pedro, a homenagem coroa uma carreira que teve início no interior do estado, mais precisamente na cidade de Miracema, no Noroeste fluminense, onde se iniciou a trajetória de sucesso da Leader Magazine. "Sucesso esse que vem de um local mais conhecido por suas lavouras de café e de arroz e que, desde 1976, quando Robson deu o pontapé inicial em sua função de comerciante, foi, com um jeito simples e simpático, galgando espaços para ser consagrado e respeitado no meio corporativo", disse o autor da homenagem. O governador salientou a expansão do grupo empresarial presidido por Robson e declarou à imprensa que, graças ao bom momento vivido pela economia do Rio, a "carteira de investimentos privados e públicos está muito significativa, bem como o combate à criminalidade e os investimentos sociais nas comunidades carentes". Cabral terminou seu discurso na tribuna citando Nelson Rodrigues e Tom Jobim, afirmando que o brasileiro já superou a fase de ter "complexo de vira-lata" e de "não perdoar o sucesso".

O empresário homenageado agradeceu aos 4.200 funcionários das 39 lojas da Leader espalhadas não só por todo o estado do Rio, mas também por Minas Gerais, Alagoas, Espírito Santo, Sergipe e Pernambuco – segundo o vice-presidente do grupo, Rogério Gabriel de Macedo, a Leader irá se expandir, ainda em 2008, para a Bahia, o Rio Grande do Norte e o Ceará. "Não fiz isso sozinho. Pude me espelhar em meu pai (Newton Fernandes Gouvêa, que compôs a mesa de cerimônia), exemplo de ética profissional e pessoal. Mas não posso deixar de dizer obrigado aos empregados da Leader", declarou Gouvêa, que também é presidente da Associação do Conselho Empresarial de Cidadania (Acec), diretor-presidente do Sindicato dos Lojistas de Niterói, vice-presidente da Câmara dos Diretores Lojistas (CDL) de Niterói e diretor-tesoureiro da Federação do Comércio Varejista do Estado (Fecomércio).

"Esta homenagem – não sou hipócrita – foi acertada não por minha casa, mas pela figura do empresário que investe, tem DNA do risco e todos os dias vai para as ruas abrir as suas lojas", finalizou o agraciado. Também compuseram a mesa de cerimônia o secretário de Estado da Casa Civil, Régis Fichtner, e o empresário Luiz Paulino Moreira Leite, representando o senador Francisco Dornelles (PP/RJ). Na platéia, além da mãe, da mulher, dos dois filhos de Gouvêa, da neta e de primos e tios, assistiram ao evento a primeira-dama do estado, Adriana Ancelmo, os deputados Aparecida Gama, Chiquinho da Mangueira e Roberto Dinamite, do PMDB, Glauco Lopes (PSDB), Rodrigo Neves (PT), Comte Bittencourt (PPS), Wagner Montes (PDT), Iranildo Campos (PTB), Natalino (DEM), Anabal (PHS) e Coronel Jairo (PSC), o ex-prefeito de Niterói Jorge Roberto Silveira e o vereador de Niterói Wolney Trindade (PMDB).

|www.alerj.rj.gov.br



Informações e foto do site FATOR


Ruínas em Vassouras-RJ

Os cicloturistas miracemenses André e Jorge já percorreram mais de 700 km, cumprindo o PROJETO PEDALANDO PELO RIO PARAÍBA DO SUL. Partiram do Estado de São Paulo, mas já se encontram em solo fluminense. Nas últimas postagens no site MORRO AZUL EVENTOS, informaram que já passaram pelas cidades de Paraíba do Sul e Três Rios.
Os registros e experiências relatados no DIÁRIO DE VIAGEM são sensacionais pela riqueza de detalhes e por fazerem com que possamos conhecer um pouco mais sobre o nosso país e principalmente sobre  a situação do RIO PARAÍBA DO SUL.

ACOMPANHEM A VIAGEM: CLIQUE AQUI!


Esgoto despejado diretamente no Rio Paraíba do Sul, VOLTA REDONDA - RJ.

Foto do site MORRO AZUL EVENTOS -
CLIQUE AQUI!




"UM CONTO, ANTES QUE NUNCA MAIS!"


Autor: Marcelino Tostes Padilha
Elenco: Ana Torres, Leny Tostes, Marcelino Padilha, Maria Amália Pinheiro e Marly Lopes
Atrizes Convidadas: Graça Salim e Neide Gutterres
Participação Especial: Glória Vargas
Direção: Sávio Peixoto
APRESENTAÇÃO: 15, 16 e 17 de agosto.
Local:
CLUBE XV, Miracema-RJ

A peça "UM CONTO, ANTES QUE NUNCA MAIS" já está em fase de ensaios finais e terá uma pré-estréia na cidade mineira de Juiz de Fora.

Recentemente, o Grupo Reviver apresentou a peça "Balanço Final" (foto), do mesmo autor, que foi um grande sucesso.