Grupos

Base de dados europeia em funcionamento

Na página é possível encontrar informações relativas a mais de 300 medicamentos.

 

 

11/12/2006 18h21
Acesse o Portal Domínio PúblicoAlém de garantir a preservação de textos, imagens, sons e vídeos, a crescente tendência de digitalização dos acervos também amplia o acesso da população a obras clássicas e raras. O Portal Domínio Público disponibiliza mais de 27 mil obras literárias, artísticas e científicas para download na internet.
 
Qualquer cidadão pode acessar os arquivos, armazená-los em seu computador, ou imprimi-los. Todas as obras possuem autorização dos criadores para sua divulgação ou já estão em domínio público. Pela Lei nº 9.610, de 1998, as obras intelectuais passam para domínio público 70 anos após a morte do autor ou após sua divulgação (no caso de filmes e fotografias).
O portal foi lançado em 2004, com 500 obras cadastradas e, desde então, tem se consolidado como fonte de conhecimento para a população. Isso pode ser comprovado pelo crescimento dos acessos.
 
Em 2006, o acervo ganhou quase 15 mil novos títulos e, até novembro, já recebeu mais de dois milhões de acessos. Para Marco Antônio Rodrigues, coordenador do portal, o aumento se deve principalmente à divulgação do portal dentro das instituições de ensino e também na internet.
 
Entre os livros mais procurados estão A divina comédia, de Dante Alighieri; A comédia dos erros, de William Shakespeare; e Dom Casmurro, de Machado de Assis. Leonardo da Vinci é o autor mais acessado. As obras A adoração dos magos, Retrato de Mona Lisa, A última ceia e A virgem dos rochedos somam mais de 130 mil acessos. Quanto aos arquivos sonoros, os mais procurados são a música Oslodum, de Gilberto Gil; Moonlight Sonata, de Beethoven; e o Hino Nacional Brasileiro.
 
2007 — As perspectivas são animadoras para o próximo ano. Segundo o coordenador do portal, três mil novos arquivos devem ser disponibilizados a cada mês. Um dos motivos para esse crescimento é a decisão da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) de inserir teses e dissertações no portal.
 
Além disso, serão ampliadas as atividades de digitalização de acervos, realizadas em parceria com a Unesco. Em 2006, já foram digitalizadas cerca de 300 mil páginas, referentes aos materiais do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais  Anísio Teixeira (Inep/MEC) e do Conselho Nacional de Educação (CNE). Em 2007, pretende-se digitalizar o acervo da Fundação Joaquim Nabuco, além de higienizar, restaurar e digitalizar obras raras armazenadas no Colégio Pedro II (RJ).
Cíntia Caldas

Arquivo digital de obras engloba universidades e editoras 


A Microsoft lançou o serviço ainda numa versão de teste, onde incluirá obras em inglês do arquivo digital das colecções da Biblioteca Britânica, Universidade da Califórnia e de Toronto.
 
O sistema de da Microsoft está disponível no site - http://live.com  - ou diretamente na página do serviço - http://books.live.com.
 
 

Biblioteca Digital UNICID

19:12 @ 13/12/2006

Página principal da Unicid
 
 
A UNICID lançou sua Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD) com material dos Programas de pós graduação em Administração, Educação, Fisioterapia e Ortodontia.
 
 

Help Pesquisa

19:13 @ 13/12/2006

 
 
UNIBAN divulga Pesquisa Mundi no Help Pesquisa (Acesso a bases de dados bibliográficas e informativas.)
 
 
 

Tutoriais

19:14 @ 14/12/2006

Abaixo uma pequena lista de Tutoriais de Bases de dados (PPT - PowerPoint):
 
 
  • EMBASE
  • ERL – Electronic Reference Library
  • MedLine (PubMed)
  • Proquest Dissertations & Theses
  • SciELO
  • Web of Science
     
     
    Fonte: Sibi-Usp
  • Bibliotecas Digitais

    19:16 @ 14/12/2006

    Gostaria de agradecer a bibliotecária Andraine Mendonça, colaboradora do livro recém lançado  "Trabalho de Conclusão de Curso: guia prático para docentes e alunos da área de saúde" que fez menção ao Pesquisa Mundi no Capítulo 5, página 177 do livro.

     
    Reproduzo o trecho abaixo:
     
    Diretório de bases de dados compiladas pelo bibliotecário Rodney Eloy. São separadas por área do conhecimento e em nacionais e estrangeiras. Reúne o que existe de melhor em matéria de informações para pesquisa na Internet

    Acervo coloca na Internet obras raras

     

    A partir da próxima semana, os usuários poderão navegar na Biblioteca Digital por meio do endereço eletrônico http://biblioteca.seplan.alagoas.uncisal.edu.br e consultar o acervo, composto de teses e dissertações, notícias veiculadas na imprensa local, periódicos, fotografias, material sobre etnias e documentação histórica referente à política, economia e planejamento. Os usuários poderão, inclusive, baixar os textos para uma pesquisa mais aprofundada. O site foi desenvolvido pela empresa Quad – Soluções Web, que empregou ferramentas que possibilitam maior acessibilidade e dinamicidade durante a navegação.

     
    Banco de Dados de História Literária | Biblioteca Digital de Literatura
     
    O projeto da biblioteca digital e do banco de dados de história literária é um dos poucos no Brasil que é fonte primária e gratuita de textos literários em versão integral, na internete. Ele traz obras literárias do Brasil e de Portugal, a partir das melhores edições disponíveis. Além da consulta a essas obras, podem-se também realizar pesquisas com informações sobre obras e autores das literaturas brasileiras e portuguesa. Atualmente, a biblioteca digital conta com quase quinhentos títulos e o banco de dados, com mais de cinqüenta mil obras e por volta de quatorze mil autores.
     

    Google Patents
    Patent Search BETA
     
     
     
     
    O novo serviço permite a busca em mais de 7 milhões de patentes americanas, incluindo invenções de 1790 a 2006.
     

     
    A Nasa e o Google anunciaram hoje um acordo que, entre outras coisas, disponibilizará ao alcance do mouse boa parte da imensa coleção de imagens e informações da Nasa.

     
    Leia mais clicando aqui.

    O Ministério do Meio Ambiente (MMA) lançou hoje (20) o Portal Brasileiro sobre a Biodiversidade (PortalBio). O lançamento ocorreu durante a 12º Reunião Extraordinária da Comissão Nacional de Biodiversidade (Conabio), com a presença da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

    Leia mais aqui.

    Projeto África

    11:54 @ 26/12/2006

    Em http://memoria-africa.ua.pt encontra uma biblioteca virtual em português de acesso livre que, para além de facilitar o acesso aos seus utilizadores a uma base de referências da memória dos conhecimentos em arquivos, centros de documentação, bibliotecas e ficheiros de instituições, individuais e organizações relacionadas com a temática do desenvolvimento e cooperação com os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), disponibiliza um conjunto de obras raras ou únicas digitalizadas de consulta página a página. É um instrumento fundamental, e pioneiro, na tentativa de potenciar a memória histórica dos laços que unem Portugal à África Lusófona, sendo deste modo uma ponte com o nosso passado comum, na construção de um identidade colectiva aos povos de todos esses países.

     

    Para maiores informações, clique aqui.

    Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD) da UFAL já está integrada à BDTD nacional e disponível para acesso.

    A coordenadora técnica da BDTD nacional, do IBICT – MCT, Sueli Maffia, informou a liberação e a integração da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFAL à BDTD nacional. Dissertações e teses dos Programas de Pós-Graduação em Letras e Lingüística, em Engenharia Civil e em Física já estão disponíveis. Acesse o link http://bdtd.ufal.br para as publicações da UFAL, ou o link http://bdtd.ibict.br para acesso às publicações das demais instituições que integram o projeto, incluindo a UFAL.