Grupos

 
Visite as novidades em
 
 

 

Colabore na Divulgação deste Projeto!

 
Representantes das Organizações não-Governamentais (ONGs) Transparência Brasil e Contas Abertas se reuniram, na tarde desta terça-feira (25), com membros da CPI dos Sanguessugas. O objetivo do encontro foi firmar uma parceria para fornecer subsídios para o projeto SOS Eleitor, de iniciativa das organizações, que visa contribuir para a criação de um sistema eleitoral mais depurado.
 
Segundo Fernando Antunes, membro do Conselho Nacional da ONG Transparência Brasil, a idéia é montar uma base de dados onde constem informações sobre candidatos a cargos eletivos no Brasil. Ele explicou que, inicialmente, a equipe vai trabalhar com os candidatos ao Congresso Nacional, selecionando os cinco maiores colégios eleitorais. A restrição seria uma forma de agilizar o processo, para que o banco de dados esteja pronto até o dia 1o de outubro e possa ser utilizado já nas próximas eleições.
 
Essa base de dados conterá informações de relatórios de CPIs e processos que estão em andamento no Supremo Tribunal Federal. No caso dos que ainda não detêm mandatos, serão feitas pesquisas junto à Justiça Eleitoral para saber se correm contra eles processos relacionados a desvios ou a mau uso de recursos públicos.
 
- No caso da CPI das Sanguessugas, trabalharemos com as informações que a comissão apurar - explicou Fernando Antunes.
Ele acredita que já existe muita informação disponível no Brasil, acrescentando que as ONGs simplesmente irão juntar essas informações num único espaço, que será, inicialmente, uma página na Internet.
- Se conseguirmos parceiros, vamos também criar um 0800: o eleitor liga, informa o nome do candidato e seu CPF e o atendente lhe diz se há, no banco de dados, alguma menção que o desabone. Caberá ao próprio eleitor o julgamento final. Seria uma espécie de Serasa dos políticos - brincou Antunes.
 
Raíssa Abreu / Repórter da Agência Senado

Leia matéria publicada na Folha de S. Paulo, clicando aqui.

A obra-prima literária de Ray Bradbury sobre um futuro sem livros ganha assustadora dimensão realística neste clássico filme dirigido por François Truffaut, um dos grandes inovadores do cinema de todos os tempos. Montag (Oskar Werner) é um bombeiro designado para queimar livros proibidos até conhecer uma revolucionária professora que se atreve em lê-los. De repente ele se vê como um fugitivo caçado, forçado a escolher não apenas entre duas mulheres, mas entre sua segurança pessoal e a liberdade intelectual. Primeira produção de Truffaut em língua inglesa, o filme é uma fábula extraordinária em que a própria raça humana se transforma em seu terror mais assustador.
 
Informações Especiais: O Livro: Uma Discussão com o Escritor Ray Bradbury - Making Of - Comentários de Julie Christie - A Música de Farenheit 451 - Sequência Original de Abertura do Filme - Galeria de Fotos - Trailer de Cinema

Universal Pictures do Brasil
 
Título Original: Farenheit 451 - Tempo: 112 minutos - Cor: Colorido - Ano de Lançamento: 2006 - Recomendação: 12 anos - Região do DVD: Região 4 - Legenda: Inglês, Português - Idiomas / Sistema de Som: Inglês - Dolby Digital 2.0 - Português - Dolby Digital 2.0 - Formatos de Tela: FullScreen
 

Uma base de dados portuguesa inédita sobre expressão facial da emoção desenvolvida por um cientista da Universidade Fernando Pessoa, do Porto, está disponível na Internet para uso de investigadores.

O material agora disponibilizado na Internet inclui fotografias e vídeos com exemplos das seis emoções básicas (alegria, tristeza, medo, surpresa, aversão e cólera) e dos quatro tipos de sorriso (largo, superior, fechado e sem sorriso).

 

Cultura e Mercado

16:07 @ 08/08/2006

Início

 

 

Voltado para a cultura brasileira o periódico Cultura e Mercado publica 2 artigos relevantes para o "mundo da pesquisa":

 

- Propriedade Intelectual e acesso ao conhecimento: por quê e como isso afeta sua vida?

 

- Acesso Livre

 

 

BBCBrasil.com

 

Veja mais clicando aqui.

 

 

Saiba mais clicando aqui.

 Ampliar o acesso à produção acadêmica que muitas vezes fica restrita às bibliotecas da instituição de origem do autor. Essa é a motivação que levou à criação do Portal de Teses e Dissertações, iniciativa conjunta do Centro de Informação Científica e Tecnológica (Cict) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (Bireme).

 
O site disponibiliza acesso gratuito a textos na íntegra de dissertações e teses sobre saúde pública, além de serviços como divulgação de defesas recentes, indicadores da área e notícias sobre o assunto.
 
Com o lançamento, todas as teses defendidas na Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp) automaticamente passarão a ser publicadas no portal. Em alguns trabalhos, o usuário terá acesso a arquivos de áudio com entrevistas com os autores, nos quais serão apresentados mais detalhes do estudo.
 
O Portal de Teses e Dissertações aceita trabalhos de instituições brasileiras e internacionais, desde que o autor seja brasileiro e a pesquisa relacionada a saúde pública. O objetivo também é integrar o conjunto de informações contidas em outros sites semelhantes da área de saúde pública.
 
Os interessados em divulgar teses ou dissertações devem acessar a área “Como incluir minha tese” para verificar se o estudo se enquadra nos critérios de seleção. Os textos completos podem ser enviados para o e-mail bvsensp@cict.fiocruz.br.
 
Mais informações: http://thesis.cict.fiocruz.br/.
 
Fonte: Agência Fapesp

Energia Eólica - Base de Dados sobre Materiais
Pesquisadores norte-americanos disponibilizaram uma base de dados de acesso livre (ver link abaixo, no quadro Para navegar) com dados sobre materiais utilizados para a construção de turbinas de vento. A iniciativa é resultado de mais de 20 anos de trabalho dos cientistas John Mandell e Dan Samborsky, da Universidade de Montana.
 
Em seu laboratório, placas de diversos materiais são submetidos a milhões de ciclos de esforços repetitivos: enquanto uma máquina puxa a placa, outra a empurra, testando exaustivamente a resistência de cada uma das placas.
Fibra de vidro, fibra de carbono, resinas e combinações desses materiais formam as gigantescas hélices que produzem energia a partir do vento. As turbinas dos geradores eólicos mais modernos chegam a medir 60 metros e pesar mais de 20 toneladas cada uma.
 
Durante uma vida útil esperada de 20 anos, essas hélices podem girar 500 milhões de vezes. Mas ninguém pode esperar tanto para ver se um material é mais resistente do que outro.
 
É aí que entram as pequenas máquinas do laboratório dos doutores Mandell e Samborsky. Rodando dia e noite sem parar, elas ficam tentando quebrar pequenas placas dos materiais que estão sendo avaliados. Trabalhando em ritmo acelerado, elas dão aos engenheiros dados valiosos sobre como utilizar cada um dos materiais à sua disposição.
 
"Foi feito um grande esforço nesses testes, de forma que os dados significam muito," diz Mandell. São mais de 10.000 resultados de cerca de 150 diferentes materiais compósitos. Segundo os pesquisadores, seus dados já se transformaram em uma das maiores bibliotecas de acesso livre do mundo sobre materiais para utilização na geração de energia eólica.
 
 
Fonte: Inovação Tecnológica

É o que defende Hélio Kuramoto em seu Blog.

Acesso livre ao conhecimento

20:12 @ 23/08/2006

A comunidade científica mundial acaba de ganhar uma boa notícia com a ampliação do acesso gratuito e irrestrito a periódicos de alta qualidade. Foi lançado nesta segunda-feira (21/8), no Reino Unido, o Open Acess Central, que disponibiliza na internet o conteúdo de dezenas de revistas em biomedicina e quimíca.

 
O novo espaço eletrônico é uma criação da mesma equipe que faz o BioMed Central, criado em 2000 e considerado um dos maiores portais, em termos de acesso aberto, em biomedicina. São mais de 160 periódicos, muitos com altos fatores de impacto.
 
No Open Acess Central também está presente o novo Chemistry Central, com o conteúdo completo de, por enquanto, cinco periódicos. Nos próximos meses um terceiro subportal será colocado em funcionamento, para abrigar revistas voltadas para os universos da física e da matemática.
 
Em todos os casos, as revistas disponibilizadas obedecem a critérios de avaliação por pares, o que torna o material publicado mais qualificado.
 
 
O novo portal está no endereço: www.openaccesscentral.com

 

Artlex

20:16 @ 23/08/2006

ArtLex Art Dictionary
Art Dictionary

 

Dicionário de artes com cerca de 3.600 termos (com imagens e gráficos) referentes à produção, crítica, história, estética e educação artística.

 

 
ArtLex Art Dictionary

Biblioteca Digital Multimídia

20:17 @ 23/08/2006

Realizado em parceria com a Fundação Biblioteca Nacional, o Projeto Biblioteca Digital Multimídia foi aprovado pelo Ministério da Cultura em 2001, com base na lei de incentivo à cultura (Lei Rouanet).

Seu objetivo é desenvolver conteúdos digitais multimídia, a partir de livros, gravuras, vídeos e partituras, para armazenamento e disponibilização em meios digitais, acessados via Internet, visando a ampliar o acervo de bibliotecas públicas em todo o País.

Ao longo destes anos de atividades, o projeto beneficiou bibliotecas públicas localizadas em diversos Estados com as novas tecnologias da informação e da comunicação. Os recursos tecnológicos instalados pelo Instituto Embratel permitem que essas bibliotecas assistam à programação veiculada pelo canal de TV do próprio Instituto TV PontoCom, composta por videoconferências geradas pelos Centros de Capacitação e vídeos educativos e culturais cedidos pelo Ministério da Cultura, Ministério da Educação e outros centros culturais.

Embora o prazo de captação de recursos pela Lei Rouanet tenha sido concluído em 31 de dezembro de 2004, o Instituto Embratel mantém a execução do projeto Biblioteca Digital Multimídia, preservando seus objetivos. Visite a Biblioteca Digital Multimídia

 
Fonte: Instituto Embratel

Atlas de Saúde do Brasil

19:28 @ 28/08/2006

Foi lançado ontem (23), no Rio de Janeiro, pelo Ministério da Saúde, o Atlas de Saúde do Brasil. A obra apresenta um conjunto de indicadores de saúde de estados e municípios brasileiros, relativos aos anos de 2000 a 2005.

O Atlas é um instrumento ideal para a análise de situação da saúde de toda a população, além de possibilitar o controle social de todos os segmentos do Sistema Único de Saúde (SUS), como explica o secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Jarbas Barbosa.

O material está organizado a partir de indicadores como: perfil de relevo, solo e vegetação; perfil socioeconômico, com a caracterização do lugar onde as pessoas moram; adoecimento; mortalidade; vigilância ambiental, com indicadores relacionados ao ar, à água e ao solo; imunização, com dados sobre cobertura vacinal; e informações de atenção à saúde.

Alguns indicadores ainda estão agrupados segundo dimensões que possibilitam recortes especiais. São eles: espacial (estados e municípios); temporal (anos); pessoa (sexo, idade e raça); estatística do indicador (taxas de incidências, taxas padronizadas e razão padronizada de mortalidade).

Produto de ampla e democrática distribuição, o Atlas de Saúde está acessível para o público de outras áreas, como jornalistas, administradores e a população em geral. Por estar disponível na Internet (http://www.saude.gov.br/svs/atlas), permite a atualização constante dos indicadores e o acesso aos dados de forma dinâmica e interativa.
 
Fonte: Ministério da Saúde - 24/08/2006

O Google Inc, maior site global de busca de informações, lança ainda esta semana no Brasil o "Google Books Search" (Google Pesquisa de Livros), no endereço www.books.google.com.br. "O serviço é grátis para os usuários, assim como para os editores. O nosso interesse está na atração de mais usuários para a nossa base", explica Marco Marinucci, diretor de desenvolvimento de parcerias estratégicas do Google Inc. O Google Books Search terá duas frentes de negociação. Uma delas, a mais adiantada, é a parceria com as editoras. O resultado das buscas remete o usuário a informações sobre as editoras e onde o livro é vendido, tanto em lojas virtuais como em locais físicos. Neste último caso, o site usará um recurso adicional: a visualização do local com imagens de satélite, recurso possível por meio de ferramenta da própria empresa, o Google Map. A parceria com bibliotecas será o passo seguinte do serviço.
 
Fonte: Diário do Comércio, Indústria & Serviços – 25/08/2006

Open Access & Scholarly Information System 
Open Access & Scholarly Information System Portal de Repositórios e Periódicos de Acesso Livre
 
 
 O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) lançou no dia 23/08, em cerimônia no Hotel Nacional, o Portal Open Access Scholarly Information System (Oasis.Br), o qual dissemina, desde já, mais de 200 periódicos científicos nacionais, incluindo aqueles que utilizam o Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas, assim como aqueles que utilizam o SciELO. O Portal é, o mais novo provedor de serviço disseminando a produção científica nacional.
 
 

Leia artigo completo, clicando aqui.

DSpace
 
 
 
Agronômica, Florestal, Ambiental, Recursos Hídricos e de Sensoriamento Remoto / Geoprocessamento
 

Indicação

18:41 @ 29/08/2006

Blog Pesquisa Mundi

 

está sendo recomendado pelo recém inaugurado OASIS.BR do Ibict

 

Open Access & Scholarly Information System

Saúde em São Paulo

14:52 @ 31/08/2006

Rede de Informação e Conhecimento

Cubo Vermelho 16x16 Rede de Informação e Conhecimento

 

A Rede de Informação e Conhecimento é resultado do projeto de gestão de informação técnico-científica realizado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP) em parceria com o Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (BIREME), cujo objetivo é o de contribuir para o fortalecimento da gestão de informação e conhecimento técnico-científico em saúde no Estado de São Paulo, por meio do acesso eqüitativo e universal à informação relevante e m saúde utilizando o modelo de gestão de informação e conhecimento da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS).
 
Conheça mais sobre a Rede de Informação e Conhecimento visitando o endereço http://www.saude.sp.gov.br/ric ou http://www.saude.sp.gov.br/bvs.
 
 
***
 

Cubo Vermelho 16x16 Base de Dados LEGSES-SP

 

Texto completo de Legislação em Saúde do Estado de São Paulo possibilitando a recuperação de atos normativos na íntegra e seus relacionamentos através de hyperlinks, disponibilizando atualmente, as Resoluções do Secretário da Saúde desde 1990. A interface de busca oferece opções de recuperação por palavra, número e tipo de ato normativo, apresentando os registros recuperados em forma de referência, com informações gerais e relacionamentos automáticos, identificando as respectivas alterações, revogações e correlações, também em texto completo.
 
Conheça mais sobre a Base de Dados LEGSES-SP visitando o endereço  http://tc-legis2.bvs.br/