Grupos

Mais de 78 mil alunos distribuídos de 1ª a 9ª série do ensino médio poderão contar com um espaço virtual contendo todo o acervo literário Municipal. É o que prevê o projeto n° 6.136/07 aprovado por unanimidade, na Câmara Municipal. De autoria da 1ª Secretária, vereadora Grazielle Machado (PR) a proposta prevê a criação da Biblioteca Municipal Digital de Campo Grande. Na prática, uma Biblioteca Digital define-se por ser constituída por documentos primários que são digitalizados quer sob a forma material (disquetes, CR-ROM, DVD), quer em linha através da Internet, permitindo o acesso à distância.

O conceito inclui também a idéia de organização composta por serviços e recursos cujo objetivo é selecionar, organizar e distribuir a informação, conservando a integridade dos documentos digitalizados. Mais além, o texto estabelece que a administração Pública Municipal adote medidas de publicidade do endereço eletrônico da Biblioteca, em todos os meios de divulgação por ela utilizados, inclusive no site oficial da Prefeitura de Campo Grande. Hoje, a Secretaria Municipal de Educação possui uma estrutura organizacional contendo 1.794 computadores, uma média de 2 estudantes por máquina.

De acordo com a vereadora Grazielle Machado, a idéia é estabelecer um espaço virtual, em que os estudantes tenham à disposição, uma rica literatura digital, científica e didática, entre outros gêneros, disponíveis no mercado como de acesso livre, sendo um poderoso instrumento de apoio aos materiais didáticos convencionais fornecidos pelas Escolas. A Biblioteca Digital é um dos principais avanços alcançados pela tecnologia de informação, permitindo aos alunos o livre acesso em qualquer horário e em qualquer dia de todos os materiais nela disponíveis, contribuindo grandemente para a proliferação do conhecimento.

“Nosso principal objetivo é criar mais um mecanismo de incentivo educacional, além de otimizar o incentivo à leitura, aos alunos da rede pública municipal, que muitas vezes não tem condições financeiras para adquirirem livros, tendo acesso, tão somente, aos materiais didáticos oferecidos pelas Escolas”, define Grazielle.

Fonte: Midiamax

Comentários