Grupos

 

Um dos acontecimentos culturais que marcou a agenda cultural do País foi a abertura, na última semana de Outubro, da primeira exposição do Museu Hermitage em Portugal, mais precisamente na Galeria D. Luís I, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa.

As obras incluídas na exposição «Arte e Cultura do Império Russo nas colecções do Hermitage – de Pedro, o Grande, a Nicolau II», que está aberta até Fevereiro de 2008, podem ser acedidas também através da Internet, no site www.hermitagemuseum.org.

Para além do site, a IBM Portugal colabora com esta mostra de arte por intermédio de um protocolo de cedência, ao Instituto de Museus e Conservação (IMC), de dois quiosques multimédia que permitem aceder virtualmente a um vasto conjunto de obras pertencentes ao museu. Este site revela peças de arte patentes em museus europeus, bem como dá acesso a uma biblioteca digital com mais de 2000 obras e 4500 imagens de alta resolução, referentes a várias categorias.

Os quiosques dispõem de soluções tecnológicas IBM que permitem conhecer virtualmente alguns dos maiores tesouros de arte exibidos no Museu Hermitage, em São Petersburgo, ou aceder, por exemplo, a informação sobre o processo de restauro da Fiorentina Pietà, de Miguel Ângelo.

Desenvolvida por profissionais da IBM na Rússia, Itália, Israel e E.U.A., em colaboração com investigadores de arte do museu Hermitage, o programa assenta numa solução multimédia do tipo “museu virtual”, composta pela instalação de um CD-ROM e pelo acesso ao website www.hermitagemuseum.org. A suportar o funcionamento estarão dois Anyplace Kiosk, com monitor táctil de 17 polegadas, 512 MB de memória, 40 GB de disco e pedestal de mesa.

Para a ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, «aliar a cultura à tecnologia é uma forma de promover duas áreas muito importantes para a sociedade e para o enriquecimento do nosso país».

Manuel Bairrão Oleiro, director do Instituto de Museus e Conservação, afirma que «este é o segundo protocolo que o Instituto assina com a IBM, na perspectiva de proporcionar um mais vasto e diferenciado acesso à Arte». Em Guimarães, no Museu Alberto Sampaio, e graças à colaboração da IBM, é possível aceder às colecções do Museu Hermitage. A partir de agora, também os visitantes da Galeria D. Luís, no Palácio Nacional da Ajuda, poderão tomar conhecimento da diversidade e riqueza do acervo desse museu russo, através dos quiosques IBM, na sequência da visita à exposição «Arte e Cultura do Império Russo nas colecções do Hermitage – De Pedro, o Grande, a Nicolau II».

De referir que a IBM e o IMC assinaram, em Julho do ano passado, um protocolo referente à instalação de dois quiosques multimédia no Museu de Alberto Sampaio, em Guimarães, presentemente expostos ao público.

Fonte: Semana Informática - Portugal

Comentários