Grupos

 

 CHEGA DE ENGANAÇÃO

 

         A atribuição de aulas para o ano letivo de 2010, foi não somente uma humilhação, um engodo, mas acima de tudo o retrato fiel da mais alta e descarada enganação anunciada previamente em novembro/2009, com o pacote fascista do governo Serra e seus capachos, incluindo-se aí disfarçadamente a direção sindical da Articulação - que vem dirigindo porcamente a APEOESP nos últimos vinte e cinco anos...

 

 

 

         Foi uma vergonha e um descalabro ver colegas de profissão com mais de vinte e trinta anos de prática e insistência sendo expurgados, despejados e excluídos de seus ofícios indo embora com duas, três e cinco aulinhas para não ficar completamente derrotados.

 

         Depois de tudo alagado e todo mundo sufocado, eis que surge a defesa civil para computar os estragos, isto é depois de enfiarem goela abaixo as resoluções e decretos aprovados em toque de caixa, obrigando os professores como se fosse um monte de ignorantes e imbecis a realizar uma prova exaustiva, cansativa e sem nenhum tempo para estudar, visto que estavam fechando as notas e o ano letivo, agora vem a mobilização promovida por uma direção sindical inepta, tardiamente, pois talvez daqui a três e o mais tardar quatro semanas os professores talvez retornem para suas salas com o prato vazio e a cabeça cheia de fantasmas tortuosos em que a própria direção centralizadora talvez tire o “ cavalo da chuva” para não ficar “mal das pernas” perante a sociedade civil, e assim o cenário de “teatro de sombras” mais uma vez se consumará, fazendo de conta que existe um sindicato que os representa.

 

         Chega de baixar a cabeça para o algoz. Chega de “gastar vela com defunto ruim”. Chega de passividade. Chega de “joguinhos de gato e rato”, enquanto governos, patrões e sindicatos pelegos amordaçam nossas bocas, amedrontam e tolhem nossa liberdade e independência.

 

         Chega de governos sucessivos que mentem, debocham, excluem e agora marginalizam a categoria dos professores como se fossem “quebradores de pedra”.

 

         Se não declararmos guerra sem medo, nem tréguas e sem receios aos governos pelegos do PSDB, DEM, PT, ETC E TAL, então ficaremos com o “chapéu na mão” a mendigar esmolas de aulas eventuais nos portões das escolas e diretorias de ensino.

 

         Façamos valer peremptoriamente a nossa liberdade de pensamento, de espírito, de didática, de criatividade e definitivamente nos persuadamos que os governos são as elites e as raposas que cuidam de um galinheiro farto, que vem se lambuzando e aumentando a desigualdade, haja visto a traição de Lula, o PT e seus capachos.

 

 

 

CHEGA DE ENGANAÇÃO!

“Todo homem tem direito de viver pela sua própria lei...de pensar e escrever o que ele quiser... Amar é a Lei, mas Amor sob verdade...”(Raul Seixas)

 

Núcleo FOSP-Anarco-sindicalistas Bris@s do J@pi – Jundiaí