Grupos

 

CONTRA A CAÇA AS BRUXAS

PROMOVIDA PELO CZAR PUTINHO

As três jovens que integram o grupo punk Pussy Riot, acusadas de vandalismo por terem cantado uma "oração" em protesto contra o presidente Vladimir Putin, foram consideradas culpadas por um tribunal russo. A manifestação ocorreu em fevereiro de 2012, na catedral de Cristo Salvador, em Moscou. A sentença, cuja leitura demorou mais de duas horas, é de dois anos de prisão. O julgamento todo durou menos de 6 meses, sua celeridade contrastou com o forte movimento de solidariedade internacional para as garotas.

 

 

   Maria Alyokhina, 24, Nadezhda Tolokonnikova, 22, e Yekaterina Samutsevich, 29, durante a leirura da sentença.

Um grupo de 28 ativistas do Greenpeace Internacional e dois jornalistas estão presos na Rússia suspeitos de pirataria. Entre eles está a bióloga brasileira Ana Paula Maciel, de 31 anos.

O grupo foi preso no dia 19/09/2013 após um protesto pacífico contra a exploração de petróleo no Ártico, em uma plataforma da GAZPROM, no mar Pechora. Podem ser condenados a até 15 anos de prisão.

Precisamos de sua ajuda para levar Ana Paula, os ativistas e jornalistas de volta para casa. Envie uma carta à presidente Dilma e ao embaixador da Rússia no Brasil Sergey Pogóssovitch pedindo a intervenção deles junto às autoridades russas.

Você pode ligar para a Embaixada ou para os Consulados do Rio de Janeiro e São Paulo para pedir a libertação da Ana Paula e de todos os perseguidos políticos do neo-czarismo russo.

Embaixada da Rússia:  (61) 3223.3094/4094
Consulado Geral da Rússia em São Paulo: (11) 3814.4100
Consulado Geral da Rússia no Rio de Janeiro: (21) 2274.0097

 
      
A brasileira Ana Paula Maciel será mantida em prisão preventiva por 2 meses após protesto pacífico. (Foto: © Dmitri Sharomov / Greenpeace)

http://www.greenpeace.org/brasil/pt/O-que-fazemos/Clima-e-Energia/libertem-nossos-ativistas/?gclid=CIietcbs_7kCFSbNOgodDz0AQA

SOLIDARIEDADE É UMA ARMA QUENTE!

SINDIVÁRIOS-SP-FOSP/COB-ACAT/AIT

Comentários